Home » Prática Pedagógica » Como promover a interação na pré-escola

Como promover a interação na pré-escola


É função do educador promover a interação entre os alunos da pré-escola. As crianças nesta fase devem ser acompanhadas de muito perto para que a sala  esteja  completamente integrada, não somente no que diz respeito à escolarização mas também na questão social.

As crianças que não se adaptam ou que apresentam problemas de interação com o ambiente escolar, não devem ser ignoradas pelos educadores, são estas crianças as maiores responsáveis pelo avanço do profissionalismo da área escolar infantil, pois nos insistam a buscar a causa do problema e consequente ampliação de nossos conhecimentos.

Sabemos que crianças com dificuldades de adaptação acabam por se escolarizarem mais lentamente que as outras e, diante do compromisso dos professores em adiantar as matérias,  muitas delas podem ficar pra trás, perder o ano e acarretar um amontoado de frustrações.

Vale lembrar nestas ocasiões que,  um dos nossos maiores gênios científicos, Albert Einstein, era como uma dessas crianças de difícil adaptação. O desafio do educador será conseguir com que a escola seja um ambiente atraente para esses nossos gênios, geralmente indomáveis.

Atividades interativas para as crianças da pré-escola

pre escola

É importante que os alunos se reconheçam com certa intimidade em sala de aula e que,  suas diferenças lhes pareçam interessantes ao invés de repulsivas portanto, a primeira atividade de interação deve ser aquela que aproxima os coleguinhas.

Sentados em círculo,  a professora pergunta a cor preferida da criança ao seu lado, a mesma pergunta deverá ser feita para as outras crianças consecutivamente, quando uma criança diz uma cor ainda não escolhida pelas outras,  é o momento de proporcioná-las a interação com as diferenças! Elogie a escolha da cor e pergunte se mais alguém tem preferência pelo mesmo tom, instigue um debate sobre as cores consideradas  bonitas ou  feias e, prolongue o assunto até que considere apropriado revelar que geralmente uma cor interage com a outra.

Explicar que a cor verde existe da união entre o amarelo e o azul, e que o rosa vem da união entre o vermelho e o branco, estabelecerá a  base para a compreensão de que a união entre coleguinhas diferentes pode gerar a amizade.

Vocês poderão utilizar em aula o conto infantil sobre a “A Amizade entre as Cores“:

A amizade entre as cores

Haviam cinco cores distintas na palheta de um artista.

Branco,azul,preto,amarelo e vermelho.

Puras, intactas e sozinhas,  as cores passavam o dia, pensando e contemplando o próprio valor.

– Como sou clara e reluzente – vangloriava-se o branco.

– Sou forte e robusto – Acreditava o azul.

– Sou como o infinito – Divagava o preto.

– Me pareço com o sol – Brilhava o amarelo.

Enquanto o vermelho …  bem,  o vermelho não pensava!

Havia dias que o vermelho apenas suspirava.

Sozinho em seu pequeno espaço, o vermelho, aquele coitado,  até parecia opaco, perdera o seu vigor.

Pobre vermelho, parecia doente o descontente.

Esperava que algo acontecesse, até que de repente …

Um dia tudo mudou!

Sem querer,  um moleque espevitado,  entrou na sala do pintor de quadros,  e correndo pra todo lado, escorregou!

Bateu o pé na palheta do artista,  e de barriga para cima,  recebeu em sua camisa,  a palheta do pintor!

Arrependido e assutado, levantou rápido e apressado: – Me desculpe senhor!

O pintor lhe recolheu nos braços, parou e olhou para o estrago, pensou em ficar brabo, mas  reconsiderou: – Menino,  eu devia lhe passar uma bucha, você invadiu o meu espaço, derrubou  meu material de trabalho, mas acabou me rendendo um favor!

O menino intrigado,  olhou para o pintor arregalado: – O  que disse senhor?

O pintor estava exaltado, mas cheio de cuidados,  explicou: – O que você tem na camisa, é uma obra prima!Já não sabia mais o que fazer com essa tinta,  mas você me ensinou! – o pintor continuou:

Sozinhas essas cores  são bonitas,  mas quando estão unidas formam uma família, novas cores ganham vida,aí está o valor!

O vermelho nunca mais se sentiu sozinho, juntos todos eram mais bonitos. 

O menino foi embora sorridente, deixando a camisa de presente,para a alegria do pintor!

E o vermelho? Bem o vermelho só estava carente e a procura de um amor.

Quando aconteceu o acidente,as cores se misturaram e criaram cores  diferentes,

E o vermelho recuperou o seu vigor. (Thelma Costa)

O texto mostra como as cores unidas e misturadas podem ampliar os horizontes, assim como deve ser feito na sociedade.

Aproveitem a dica!


About Teka

One comment

  1. Facinante!! Adoaria receber mais informações…
    Obrigada!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Ad Plugin made by Free Wordpress Themes