Home » Opinião » Hiperatividade na escola

Hiperatividade na escola


hiperatividade na escola

A hiperatividade deverá ser primeiramente percebida em fase escolar, que é quando o aluno precisa utilizar de concentração para realizar as lições e as práticas pedagógicas oferecidas na escola.Além disso, o aluno também iniciará a sua sociabilização, e esta fase costuma ser conturbada para crianças com hiperatividade.Os primeiros sintomas da hiperatividade na escola, deverão ser referentes à resisitência que essas crianças possuem em obedecer e seguir regras, o que pode dar a impressão de uma má educação oferecida pelos pais, e, rebeldia, quando na verdade, as crianças hiperativas são incapazes de assimilar conceitos determinantes com naturalidade  e, memorização de tarefas.

São potenciais crianças hiperativas, aquelas que apresentam comportamento inquieto, por vezes agressivo, dificuldade de sociabilização, irritação extrema, e, dificuldade de concentração nos exercícios e matérias aplicadas em sala de aula.Mas todos estes indicativos podem estar relacionados à idade da criança, e à sua imaturidade, o que dificulta que o educador possa distinguir o transtorno com acerto.Em casos de crianças com estes sintomas em potencial, é indicado que o responsável pela criança na escola, convide os pais para constantes visitas, e juntos, pais e escola, possam tentar encontrar um caminho para a solução do comportamento inadequado da criança, mesmo que a melhor opção possa ser auxílio psicológico médico.

Hiperatividade sintomas

Alguns dos sintomas mais comuns em crianças hiperativas são:

  • Déficite de atenção;
  • Impaciência;
  • Agitação;
  • Dificuldade em lidar com sentimentos;
  • Comportamento explosivo;
  • Dificuldade em seguir regras simples como ficar em fila;
  • Dificuldade de memorização;
  • Isolamento e baixo auto estima;

Hiperativos são inteligentes

As crianças hiperativas têm dificuldade em aprender mas não podem ser consideradas incapazes.A inteligência dessas crianças poderá ser, por vezes, superior até, que a inteligência de uma criança normal.

Seu pensamento costuma ser  ágil, em minutos são capazes de terminar provas complexas, e passar a incomodar os alunos que ainda estão concentrados no trabalho, já que não conseguem ficar quietos ou parados.

Crianças hiperativas podem ser agressivas?

As crianças com o transtorno da hiperatividade podem ser agressivas por não saberem controlar suas emoções.Elas não possuem um sentido de razão muito apurado, costumam agir por impulso, e portanto podem ser incontroláveis.É comum encontrar crianças com hiperatividade brincando isoladas das outras crianças, ou, causando brigas entre elas, em busca de atenção.

Como seu comportamento geral se torna incompreensível para a maioria, logo são afastados das outras crianças, muitas vezes o educador é responsável por tomar esta atitude, a fim de evitar maiores confrontos.

Sozinhos, podem desenvolver baixo auto estima e depressão.

Como a escola pode ajudar o aluno hiperativo?

Antes de tomar qualquer  atitude com uma criança de comportamento difícil na escola, é importante entender seus motivos, tentar encontrar explicações com a família, e, aceitar que em determinados casos, precisamos agir com amplo conhecimento de técnicas apropriadas.Selecionamos portanto, algumas dicas que poderão ajudar os educadores na questão de crianças hiperativas na escola:

  • Demonstre atenção;
  • Fale baixo;
  • Dê ordens simples e uma de cada vez;
  • Quando der uma explicação, faça contato visual, nunca de costas;
  • Abaixe-se para conversar com a criança;
  • Coloque as crianças com dificuldades de atenção próximas à você na sala de aula, sempre na primeira fileira e no centro;
  • Evite que se sentem próximas às janelas para que não se distraiam;
  • Permita que se socializem com outras crianças e permaneça próxima à elas, ou as mantenham próximas a um responsável;
  • Desenvolva projetos e as auxiliem a concluí-los;
  • Peça para que realizem tarefas do tipo, apagar a lousa e distribuir ou recolher provas;
  • Realize exercícios de concentração,  alongamento e relaxamento;
  • Procure estar sempre em contato direto com pais e psicólogos;
  • Adapte sua percepção de evolução ao caso da criança hiperativa;
  • Reconheça e elogie cada superação ou demonstração de talento.

As crianças hiperativas necessitam de um ambiente acolhedor e seguro, um local onde se sentirão confortáveis para evoluir e aprender.


About Teka

One comment

  1. O livro infantil JOÃO AGITADÃO , editora Caravansarai, além de ser bonito e divertido também ajuda a elevar a autoestima das crianças muito agitadas e distraídas sem rotulá-las.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Ad Plugin made by Free Wordpress Themes