Home » Gestão » Catapora: Orientação para as escolas

Catapora: Orientação para as escolas


A catapora é tida como uma doença benigna mas, há registro de morte em crianças por decorrência da doença que, se espalha muito rapidamente através do vírus “exantema”. Por este motivo se faz necessário uma orientação da Secretaria de Saúde sobre os principais aspectos da doença e, um maior esclarecimento sobre o papel da escola em situação de surto de catapora.

Orientação sobre a catapora para as escolas

catapora

O que fazer quando surge um aluno com catapora em sala de aula?

A partir do primeiro dia do surgimento de um aluno com catapora em  sala de aula,  deverá manter-se uma vigilância de 21 dias.Se outros alunos apresentarem os sintomas da doença neste tempo, inicia-se a contagem de 21 dias novamente e, assim por diante, até que, não haja mais casos na turma, comprovando a interrupção da cadeia de transmição do vírus.

É aconselhável que os pais sejam orientados a avisar  a escola sobre a contaminação,  para que o controle da doença aconteça de forma eficiente.

O vírus só é transmitido enquanto a varicela se apresenta em forma de vesículas, ou, bolhas.Neste período a criança deverá ficar afastada e em repouso dentro de casa.

Os sintomas da catapora são: febre alta, dor de cabeça, dores no corpo e fadiga.

Em casos em que as dores de cabeça estejam muito fortes, aconselha-se acompanhamento médico.Se necessário, a criança deverá fazer uso de antibióticos.

Quando a criança com catapora poderá voltar às aulas?

O vírus da varicela não se encontra nas feridas provocadas pela doença, quando estas se apresentam em crosta.Nesta fase a criança já poderá voltar às aulas normalmente, sem o risco de transmitir o vírus.

O período de reclusão adequado é de sete dias, contando a partir do primeiro dia dos sintomas relacionados à doença.

Havendo contato sobre a vesícula ou bolhas da catapora em  crianças menores de cinco anos, mulheres grávidas e pessoas com imunidade baixa, a situação deverá ser de atenção.

A propagação do vírus poderá ser considerada surto, a partir da contaminação de mais de 35 mil pessoas.

Como evitar o vírus da catapora?

Para se proteger contra o vírus da catapora, lave bem as mãos, evite lugares fechados com aglomeração de pessoas, não fale muito perto ou respire o mesmo ar do colega de classe e, evite coçar lesões sobre a pele.

Todos esses cuidados devem ser tomados para evitar uma epidemia da doença.


About Teka

One comment

  1. Ela parece inofensiva, mas quando chega as crianças sofrem.
    O melhor mesmo é evitar aglomerações.
    Excelente post,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Ad Plugin made by Free Wordpress Themes